Amiguinhos Amados

segunda-feira, 31 de agosto de 2009

Bichinhos - Nomes Sugeridos


Aí vai uma lista de nomes:
Areta,Argos,Atila,Apolo,Astor.
Brutos,Bob,Boris,Bola,Bok,Barão.
Colosso,Catita,Coca,Congo,Catucha.
Dirceu,dani,Dan,Duda,Dexter,Davis,Dand…
Eros,Eike,Edu,Eifeel,Ébano,Elky.
Fritz,,Filó,Fox,Fumaça,fuzzy.
Gongo,Guaraná,Gil,Garbo,Gina,Guga,Guap…
Hot,Havin,Honda,Herói,Hallen.
Ícaro,Iko.
Juju,Jumbo,Jasmim,Joy,Jet.
kiko,Kelly.
Ladie,Lua,Lobo,Lili,Lila,Lara,Latino.
Melani,Melory,Maguila,Merlyn,Magnata.
Nikita,Nando,Nino,Nina,.
Otelo.
Pingo,Pluto,Pakita,Panda,Paty,Pietra.
rebeca,Romeu,Romulo,Rei,rambo,Ranna,Ru…
Snoopy,Susy,Simba,San,Sendy,Stick,Spok…
Tico.
Yuri.
Zeus.
Agora é só escolher.Boa sorte com seus filhotes!!!

sexta-feira, 28 de agosto de 2009

Bichinhos - Porque algumas pessoas não cuidam de seus bichinhos quando ficam doentes?


Tenho visto muitos casos de bichinhos doentes onde os donos ficam esperando um milagre, e deixam o animal sofrendo sem buscar nenhuma ajuda para que seja tratado. Tenho visto pessoas que podem pagar a consulta e ficam com pena de gastar o dinheiro e preferem deixar o animal doente. Já ví casos onde o dono prefere sacrificar o seu "amiguinho" do que gastar o dinheiro com um tratamento.
Será que uma pessoa que não cuida de um animal doente, gosta mesmo desse bichinho?
Eu acho que uma pessoa que não cuida de um bichinho doente, não gosta e nem deve adotar animais.
Eu faço qualquer sacrifício, mas não deixo meus "amiguinhos"doentes, eles também são vidas e dependem de nós. Se precisar peço ajuda para parcelar o tratamento, levo em Faculdades, mas não fico arranjando desculpas..
Gostaria de ouvir sua opinião.

terça-feira, 25 de agosto de 2009

Bichinhos - Sem Pêlos


A Associação de Amigos do Cachorro sem Pêlos Peruano ofereceu ao presidente eleito americano, Barack Obama, um filhote de quatro meses chamado, Machu Picchu, por meio de uma carta enviada à embaixada americana no Peru. As Informações são da Associated Press.

Bichinhos Feios

Bichinhos Horríveis


Existem diversos concursos pelo mundo que selecionam e premiam os cachorros mais feios. Um destes concursos é o Sonoma Marin Fair, que premia o cão mais feio do mundo.

Separei algumas fotos de cachorros realmente feios, os tops, capazes de assustar quaquer um.

Confira as fotos e cuidado para não se assustar:

domingo, 23 de agosto de 2009

Bichinhos - Como denunciar Maus Tratos


Através dos telefones 3402-5417 e 2292-6516, a Secretaria Especial de Promoção e Defesa dos Animais (Sepda) atende a denúncias de maus tratos contra bichinhos domésticos. Maltratar animais é crime, de acordo com a lei nº 9.605, de 12 de fevereiro de 1998.

Além da denúncia, é possível solicitar a presença dos veterinários da Prefeitura, em qualquer ponto da cidade, para comprovar a agressão a um animal e elaborar laudos técnicos nesse sentido. É importante, no entanto, informar o endereço completo do local onde está acontecendo essa irregularidade.

A legislação define como maus tratos a animais agredir fisicamente, não cuidar, não alimentar, prender a correntes ou em canis de maneira insalubre, envenenar, abandonar e mesmo usar em pesquisas científicas sem autorização expressa para tal.

Declaração Universal dos Direitos dos Animais


1. Todos os animais têm o mesmo direito à vida.
2. Todos os animais têm direito ao respeito e à proteção do homem.
3. Nenhum animal deve ser maltratado.
4. Todos os animais selvagens têm o direito de viver livres no seu habitat.
5. O animal que o homem escolher para companheiro não deve nunca ser abandonado.
6. Nenhum animal deve ser usado em experiências que lhe causem dor.
7. Todo ato que põe em risco a vida de um animal é um crime contra a vida.
8. A poluição e a destruição do meio ambiente são considerados crimes contra os animais.
9. Os diretos dos animais devem ser defendidos por lei.
10. O homem deve ser educado desde a infância para observar, respeitar e compreender os animais.

Bichinhos - Denúncia de Maus Tratos


Abandonar, envenenar, abusar, ou seja, maltratar animais é crime. Estes atos devem ser denunciados, não podemos nos intimidar diante disto. Vamos fazer valer a lei existente.

IMPORTANTE: Em caso de denúncia, fotografar, filmar, levar o animal ferido ou envenenado ao veterinário e pedir um laudo médico. Procurar testemunhas, anotar seus nomes e endereços, bem como a data, horário e local do delito (se for o caso, a placa do veículo).

Conheça abaixo as leis existentes e veja como proceder. • Abandonar e maltratar animal é crime
Lei 9.605 de 12 de Fevereiro de 1998

Artigo 32 - Lei 9.605 de 12/02/98: Praticar ato de abuso, maus tratos, ferir ou mutilar animais silvestres, domésticos ou domesticados, nativos ou exóticos.

Pena - Detenção de 3 meses a 1 ano e multa.

Parágrafo 1 - Incorre nas mesmas penas quem realiza experiência dolorosa ou cruel em animal vivo, ainda que para fins didáticos ou científicos, quando existirem recursos alternativos.

Parágrafo 2 - A pena é aumentada de um sexto a um terço, se ocorre morte do animal.

Bichinhos - Maus Tratos


Não é novidade para nós que os coreanos usam carne de cachorro em sua peculiar culinária. Isso por si só já é por demais desagradável para nós, ocidentais. Veja agora como muitos cachorros são tratados e abatidos nos mercados coreanos, antes de chegar à panela de alguns restaurantes. São imagens fortes, principalmente para os que amam os animais e especialmente os cachorros. Mas serve de alerta contra os maus tratos aos animais na Coréia e também em outras partes do mundo.

sábado, 22 de agosto de 2009

Bichinhos - Oração dos Bichinhos Abandonados


Deus....

Sei que sou um ser criado por ti, para ser amado pelos homens mas nasci sem a sorte de alguns de minha espécie.

Hoje meu dono levou-me a um passeio de carro. Chegamos em uma praça, ele tirou minha coleira, me fez descer do carro, e virando-me as costas, foi embora e nem se despediu.

Tentei segui-lo mas o carro corria muito e não pude alcançá-lo. Caí exausto no asfalto. Ainda não entendi. Por que ele me abandonou?

Eu sempre o recebi abanando o rabo, fazia festa e lambia seus pés. Sempre lati forte, para defendê-lo e afastar os estranhos da porta.

Eu brincava com as crianças... ah! elas me adoravam. Que saudades. Será que elas ainda se lembram de mim?

Deus, eu fico imaginando como seria bom se eu pudesse comer agora. Puxa, estou faminto.

Não tenho água para beber, e estou tão cansado.

Procuro um cantinho onde possa me abrigar da chuva, mas muitas vezes sou chutado. As pessoas não gostam muito de mim aqui nas ruas.

Estou fraco, não consigo andar muito, mas encontrei enfim um lugar para passar essa noite.

Está muito frio e o chão está molhado. Já não tenho pêlo para me aquecer, estou doente, e creio que ainda hoje vou me encontrar contigo. Aí no céu meu sofrimento vai terminar.

Bichinhos - Recado


Recado de São Francisco de Assis

Sei que uma lágrima de dor escorre dos teus olhos agora e no dia em que o teu irmão se foi, e se afastou de ti e se aproximou de Deus.
Todavia, dou-te uma nota feliz neste dia tão triste:
Jamais Deus teria sido injusto com os animais!
Por isso, não importa quem está nascendo ou morrendo há sempre alguém chamando por ti,Então, VIVA!

Agora mesmo, neste exato instante em que choras, teu bicho estimado segue e evolui...
Brilha na imensidão do espaço e volta,
manso, ao seu aconchego das almas!
Com tua mania racional, teimas continuar duvidando...
Mas nada importa, senão continuar VIVER.

As hostes dos anjos e Francisco
cuidam das luzes em pêlos e
preparam suas patas para uma nova vida.

Enxuga assim teu rosto e acredita!
Fizeste a parte que te cabe neste mundo.
Que um sonho jamais termina num último miado
e nem tampouco se pode calar os latidos de um dia...
Então podemos sonhar novamente...
E VIVER!

É que o Criador adora as suas crias!
E deixa que elas permaneçam sempre vivas,
na memória de quem fica ou mesmo até que um
Novo homem se forme!

Porque os anjos têm asas como as aves.
Porque os homens têm pelos como os bichos.
E todos nós temos alma como Deus!

Seja nos quintais, nas árvores ou nos rios!
Seja nos mares, nas florestas ou nos lares!
De uma vez por todas:
Sempre estaremos VIVOS!"

Ofereço este hino de amor a todos os cães, gatos e bichos que iluminaram nosso caminho de uma maneira tão amiga e carinhosa.

terça-feira, 18 de agosto de 2009

Husky Siberiano Pelagem e Cores


O husky siberiano tipicamente possui uma estrutura física musculosa ("husky" significa "robusto" em inglês e são fortes comparados a outros cães do mesmo porte.

Eles são cobertos por uma densa camada dupla de pêlo que tem uma variedade de cores e padrões, comumente com pernas e patas brancas, manchas no rosto e a ponta do rabo branca. As cores mais comuns são branco e preta, branco e cinza, branco e vermelho cobre, e branco puro, ainda que muitos bichinhos têm variações marrons, avermelhadas, marrom clara e alguns são malhados.

Seus olhos podem ser de várias cores, mas predominantemente azuis, castanhos ou verdes. A cor azul clara é característica, apesar de não dominantes.

Husky Siberiano - Temperamento


São muito carinhosos e atenciosos, entretanto precisam gastar suas energias para que não se tornem problemas para seu dono. Eles precisam primeiramente de espaço e atenção.

O husky siberiano é muito brincalhão. Por esse motivo, este cão é recomendado para as crianças com cinco anos em diante. Crianças com menos de quatro anos podem não ter domínio sobre o cão, pois ele também é dotado de uma grande força.

Normalmente completamente dócil e aficionado com as pessoas, os siberianos possuem um forte instinto de caçador e podem matar gatos, coelhos, galinhas, pássaros e outros pequenos animais. Devem ser mantidos em cercados seguros pois frequentemente desaparecem em longas viagens para caçar. Não se deve permitir à eles passearem sozinhos ou sem coleira. Eles são treináveis até um certo grau, mas paciência é necessária. São naturalmente independentes e não vão obedecer cegamente a todos os comandos.

Não tendem a comportamento agressivo ante outros cães, mas se atacados lutam ferozmente.

Os Huskys são também cães de trabalho desenvolvidos para puxar trenós. Por esse motivo, é bom fazê-lo puxar de vez em quando de 6 a 11 quilos.

Husky Siberiano - Origem


O husky siberiano é uma raça antiga de aparência primitiva, ao seu lado tem-se a impressão de estar junto ao elo entre cães e lobos. Esta raça de cães nórdicos destaca-se pela beleza física e pela energia que dispõe.

Bichinhos - Husky Siberiano


Ao imaginarmos um Husky parece que temos a impressão de vê-lo puxando um trenó, trabalho ao qual ele foi designado, quando originalmente foi desenvolvido. A aparência é mesmo de um lobo, e isso, sem dúvida é o maior atrativo que ele tem na decisão de alguém querer ter um. O olhar é penetrante e a cor dos olhos azuis parecem iluminar ainda mais sua aparência, em contraste com os pêlos, tornando-o um cão exótico. Embora as pessoas o queiram por causa de sua aparência, os criadores chamam a atenção para não tornarem esse ato impulsivo, pois muita gente não conhece as peculiaridades da raça, nem como tratá-lo corretamente.

segunda-feira, 17 de agosto de 2009

O Greyhound no Brasil


No Brasil talvez por seu tamanho,os Greyhounds são menos populares que outras raças. Um dos primeiros entusiastas da raça foi Santos Dumont, que trouxe seus exemplares da França.
Os primeiros criadores iniciaram sua criação no Brasil nos anos 40,no Rio de Janeiro.

Greyhound - Temperamento


O greyhound é um companheiro amável, gentil e carinhoso. Tem bom caráter e é afetuoso com a família. Para mantê-lo em forma, deve ser proporcionado a ele suficiente espaço para exercitar-se.

Greyhoud - Origem


A origem do Greyhound remonta à Grã-Bretanha medieval, onde era um cão da nobreza usado na caça.

Devido à sua agilidade e velocidade, o Greyhound é conhecido mundialmente como uma raça de corrida. Ainda hoje, em países como os Estados Unidos, as corridas com cães desta raça são um negócio bastante lucrativo, apesar das inúmeras críticas contrárias à prática.

Bichinhos - Greyhound


O Greyhound é conhecido como o cão mais rápido da Terra. Mas apesar da imagem associada à velocidade, o Greyhound é calmo e tranqüilo, relacionando-se bem com outros cães e pets quando acostumado desde cedo a esse convívio.

Reservado com estranhos, ele pode chegar até a protagonizar episódios de timidez, colocando o rabo entre as pernas e se escondendo.

Apesar de seu porte grande, o Greyhound curiosamente pode ser criado em espaços pequenos, desde que tenha o seu próprio "cantinho".

domingo, 16 de agosto de 2009

Bichinhos - Poodles cães inteligentes


AS FAÇANHAS DO SEU POODLE:
Digam aí o que seus poodles já fizeram de mais espantoso,que fizeram vocês ficarem admirados com sua inteligência:

As Façanhas do Poodle de Camila


Um dia a Pink olhava para o filtro e chorava... quando me dei conta ela estava sem agua no potinho dela. Nem acreditei!!!

As Façanhas dos Poodles de Karla


As incriveis façanhas dos meus 2 poodles
#Foi incrivel mas meu poodle chamado Yuri sorria para mim.Tenho fotos dele. Era muito inteligente,cuidava e sabia se a roupa era de sair ou ficar em casa.Identificava eu e minha mãe pela cor do cabelo e se irritava com um gesto de dedo que é feio fazer,mas ele entendia e ficava furioso. Também era racista com pessoas, animais, gays e lésbicas, ele não gostava e nunca ensinamos ele a repudiar pessoas.Infelizmente ele sumiu, mas o tenho no meu coração e lembro do seu jeito incrivel de ser.Para suprir um pouco a dor hoje tenho uma femea poodle a Yula que também é inteligente,só para resumir ela esta falando mamãe do jeito enrolado dela mas no mesmo ritmo e no tom que peço para ela falar.ELES SÃO ESPECIAIS.#

Bichinhos - Leishmaniose


Leishmaniose, doença incurável até o momento, transmitida ao animal e ao homem através do mosquito "palha" fêmea, seu habitat: mato e praia. Quando diagnosticada nos animais, por lei é obrigatório sacrificá-los. Sintomatologia: (cutânea) ulceras cutâneas na pele ou fossa nasal e fadiga até a morte. (visceral) é um terror; o único exame confiável, medula óssea; exame de sangue dificilmente aparece. As regiões mais afetadas são: Embu, cotia e as demais próximas. Infelizmente, canils dessa região (cotia) estão fechando por esse motivo, distribuindo matrizes infectadas às pessoas que desconhecem o problema.
Cuidado, não comprem ou adotem animais dessa região (considerada uma região úmida e quente, boa para o habitat do mosquito), ministério público (meio-ambiênte) já tem o conhecimento de tal crime, hovet (hospital veterinário da USP) referência da América do sul também. Divulguem, eu fui vítima de uma protetora ou cachorreira, adotei uma cadelinha com 8 anos;viera completamente detonada; inclusive sem as cordas vocais e unhas dos tendões mutiladas, proibido por lei. Fez cirurgias,tratamentos e na última biópsia de pele,diagnosticou: LEISHMANIOSE.antes que seja doença epidêmica,colaborem. Grata.
Geliel

sábado, 15 de agosto de 2009

Komondor - Pelagem


A sua pelagem branca é uma característica única neste espécie, já que todo o corpo está coberto por uma manta encordoada de pêlo denso e, normalmente, pouco brilhante. O seu comprimento varia entre os 15 a 27 cm e normalmente o subpêlo é macio, em contraste com a camada externa de pêlo.

Komondor - Temperamento


O Komondor é um cão fiel, dócil e que possui um apurado instinto de proteção da família e do lar. Este é um cão talhado para ser cão de guarda, pelo que é aconselhável ter cuidado com as presenças estranhas, uma vez que pode ter reações agressivas se pressentir alguma forma de perigo.

Em casa, é um animal calmo, silencioso e independente. Dada a sua proporção e força, é necessária uma educação firme para que se torne obediente. O ideal será educá-lo enquanto pequeno e, caso existam crianças pequenas, fomentar a aproximação de ambos. Apesar de viverem bem em apartamentos, estes cães necessitam de praticar muito exercício físico.

Komondor - Origem


A sua origem é incerta e alguns autores apontam para a possibilidade de ter sido trazido pelos Magiares, ainda antes da fundação da Hungria como Estado-Nação.

Bichinhos - Komondor


A história desta raça remonta provavelmente ao séc. XVI e esteve desde sempre ligada ao pastoreio das ovelhas. O Komondor é, aliás, considerado o Rei dos cães pastores, já que possui características únicas como cão de guarda.

terça-feira, 11 de agosto de 2009

Bichinhos - Você Sabia?


Há atualmente mais de quatrocentas raças diferentes de cães, mas todos os cães, independentemente da raça a que pertençam hoje, descendem dos lobos que começaram a ser domados por caçadores humanos há cerca de 12.000 anos, no final da Era do Gelo.

Nesta época, o humano caçador e o lobo competiam pela mesma caça, formando, gradualmente, uma aliança.

A estrutura social das comunidades de lobos é mais próxima com a sociedade humana do que a de qualquer outro animal: é baseada em uma hierarquia de indiví­duos dominantes e submissos, onde cada um está a par de seu status em relação aos outros da comunidade.

Jovens filhotes lobos eram introduzidos em comunidades de caçadores humanos, e ocasionalmente um filhote de lobo de natureza tranqüila e submisso chegava à fase adulta aceitando os humanos como parte da matilha. Por mais que estes lobos tenham ficado mansos e sociáveis em companhia humana, estavam muito longe de serem domesticados - o processo de domesticação foi lento, desenvolvendo passo a passo ao longo de várias gerações.

Enquanto lobos com temperamentos mais calmos procriavam junto à comunidade humana, seus filhotes cresciam em um ambiente protetor, não mais precisando sair e caçar animais grandes. De geração em geração, os lobos mansos foram sofrendo alterações genéticas em relação aos seus primos selvagens, seguindo um processo de evolução e seleção natural respondendo a fatores do ambiente humano.

Mudanças fí­sicas incluí­ram o porte dos animais, o formato do crânio, a cor e textura da pelagem, o tamanho dos dentes e o formato dos olhos. No estágio final da domesticação, os humanos começaram a criar diferentes tipos de cães em um processo de seleção artificial de cor, tamanho, tipo de pelagem, formato das orelhas e rabo, além de temperamento. As primeiras pessoas a desenvolver diferentes raças caninas provavelmente foram os romanos - que tinham cães variados para diferentes propósitos, como, por exemplo cães de caça, cães de guarda, ovelheiros e cães de colo.

domingo, 9 de agosto de 2009

Recebendo seu bichinho em casa


Como todo filhote, você deverá ter os seguintes cuidados ao levar seu bichinho para seu novo lar:
-O filhote deverá ser separado da mãe após 45 dias que é o período de amamentação, mas se possível deixe-o permanecer com a mãe cerca de dois meses, assim ele estará aumentando as suas defesas naturais e sofrendo um estresse menor, pois os cientistas acreditam que animais separados de suas mães prematuramente apresentam glândulas supra - renais maiores que o normal, uma concentração de hormônio no sangue mais alta além de imunidadade reduzida. assim este ato garantirá a saúde de seu filhote e evitará que chore muito por sentir a falta do convívio da mãe e irmãos.
- Verifique se onde o filhote ficará não há possibilidades de fuga, queda ou objetos perigosos que possam ser mastigados e digeridos.( ex: bombril, papéis, fio dental, pregos ou material tóxico...etc)
- É aconselhável ter um veterinário de sua confiança , próximo à sua casa e ter seu telefone à mão para qualquer emergência. ele será necessário para as orientações básicas, tais como, indicação de vermífugo, vacinação e alimentação, evitando risco de contágio e de doenças. vacinas e vermífugos devem ser repetidos e controlados pelo veterinário para uma boa saúde de seu amiguinho.
Providenciar uma alimentação forte e adequada para seu filhote principalmente no primeiro ano de vida onde ele vai conseguir uma boa estrutura e defesas orgânicas naturais. um bebedouro e um comedouro apropriados ( de preferência aço inoxidável para não acumular resíduos) que sejam mantidos sempre limpos. a água deverá ser trocada pelo menos duas vezes por dia ou quando você notar que ela está suja.
- Você poderá ter brinquedos apropriados para cães para que ele possa morder.Brinquedo comestível para estimular a mastigação e manter os dentes limpos e saudáveis. Sua cama deverá ser num lugar arejado, protegido do vento e da chuva.
- Sua cama poderá ser uma caminha própria para cães comprada em qualquer loja pet.

Bichinhos - Qual o Bichinho que anda com a pata na cabeça?


Deixe o seu comentário!!!
Breve darei a resposta...

sábado, 8 de agosto de 2009

Bichinhos - Poodle Beethoven


Bichinhos de estimação têm lugar garantido na casa de seus donos, mas alguns acabam conquistando a afeição até de desconhecidos. É o caso de bichinhos valentes que enfrentam qualquer coisa – até mesmo um cão com o dobro da força e do tamanho – para defender o dono ou a família inteira.

O poodle Beethoven ficou famoso em Campinas, cidade a 95 km de São Paulo, após ter enfrentado um pit bull, em junho, para impedir que a família do guarda municipal Paulo de Sá fosse atacada pelo animal que invadiu a casa. A briga entre os cães foi apartada pelo guarda e Beethoven ficou gravemente ferido. Mas, rapidamente, o poodle se recuperou e virou o xodó da família. “Eu considero Beethoven um herói porque, se não fosse ele, o pit bull poderia ter atacado qualquer pessoa, até uma criança”, afirma o dono.

quinta-feira, 6 de agosto de 2009

Bichinhos - Histórias


. Três cães Labrador, um castanho, um amarelo e um preto estão na sala de espera do veterinário e começam a conversar. O preto vira-se para o castanho e pergunta: Então porque é que estás cá? Sou um mijão. Faço-o em qualquer lado – no sofá, nas cortinas, nos miúdos. Mas o golpe final foi ontem à noite em que o fiz no meio da cama dos meus donos. Então o preto pergunta: E o que é que o veterinário te vai fazer? Vai receitar-me Prozac. Todos os veterinários o fazem e resulta para tudo. O cão preto volta-se então para o outro companheiro e pergunta-lhe: Porque é que estás aqui? E o cão amarelo respondeu: Sou um cavador. Cavo sob as cercas, arranco as flores e as árvores. Cavo praticamente tudo a que posso deitar as patas. Se estou dentro de casa, cavo e arranho tudo o que apanho, das carpetes aos sofás. Mas o ponto final foi quando ontem abri um enorme buraco no colchão do meu dono. E o que é que o veterinário te vai fazer? Acho que também é Prozac para mim. E o que é estás tu aqui a fazer? Perguntou então o cão amarelo ao preto. Sou um montador. Monto tudo o que apanho. Monto o gato, a mesa, os móveis, as escadas. Tudo o que vejo tenho de montar. Ontem à noite, quando o meu dono estava a tomar banho, debruçou-se para apanhar limpar os pés e assim que o vi assim, não resisti a montá-lo. O cão amarelo e o castanho trocam um olhar triste e dizem-lhe: Então é Prozac também para ti, hã? O cão preto responde: Não, estou aqui para cortar as unhas.

Dogue Alemão - Temperamento


O adulto é normalmente calmo, sendo muito amistoso com os conhecidos, porém desconfiado e por vezes agressivo para com os estranhos. Como foi também usado como cão boiadeiro no passado, é usado como cão de guarda com sucesso, protegendo os donos. Em casos de desvio de temperamento, podem ser demasiadamente medrosos.

Dogue Alemão - Pelagem


As cores do dogue alemão formam três grupos, chamados de variedades, e os cruzamentos só podem ocorrer dentro de cada variedade. São elas:

* Dourado e tigrado
* Azuis e pretos de azul
* Arlequins e pretos de arlequim

Dourado: cor castanho dourado-claro ao castanho dourado-escuro, podendo ter ou não o focinho (máscara) preto, sendo esta uma característica desejável.

Tigrado: cor de fundo indo do castanho dourado-claro ao castanho dourado-escuro, com faixas pretas bem definidas. Também pode ter a máscara negra.

Azul: cor azul-aço, sem qualquer sinal de outra cor. Podem ter os olhos mais claros.

Preto: cor preta brilhante. Pode ter mancha branca no peito, dedos e ponta da cauda.
Fêmea arlequim e macho mantado

Arlequim: cor de fundo branco, com manchas pretas irregulares. Pequenas manchas cinzas ou amarronzadas são toleradas.

Mantado (boston): preto com o focinho, o pescoço, linha sobre a cabeça que liga o focinho ao pescoço, o peito, o ventre, as patas e a extremidade da cauda brancos. O mantado é, na verdade, uma variação do preto.

Bichinhos - Dogue Alemão


A mais antiga referência a um cão com as características físicas do Dogue Alemão remonta a 1000 a.C., em escritos chineses. Acredita-se que ele seja descendente dos antigos molossos do Império Romano. Na Idade Média, era usado na caça ao javali e como cão de companhia e guarda pessoal.

E apesar de também ser conhecido como Dinamarquês, o Dogue Alemão não é originário da Dinamarca, mas da Alemanha.

terça-feira, 4 de agosto de 2009

Bulldog - Características


Esse pequeno bull geralmente pesa entre 8 e 14 kg, e tem uma altura média de 35 cm. Apesar de seu pequeno tamanho, o Bulldog Francês é uma raça muito masculina e esportiva, como um tourinho em miniatura. Geralmente, a primeira coisa que chama a atenção das pessoas para esse francesinho é sua cabeça quadrada, com suas orelhas de morcego e olhos arredondados e observadores. O focinho é muito largo e a pele na cabeça parece "estar sobrando", por causa de suas adoráveis rugas.

Bulldog - Origem


O Bulldog Francês, também conhecido como Frenchie, é uma raça que deve sua existência a pelo menos três países: Inglaterra, França e EUA. A Inglaterra ajudou com a base da raça, que foi o antigo Bulldog. Criadores franceses transformaram esses pequenos Bulldogs em um tipo francês distinto, e criadores Americanos foram os primeiros a exigir as tão conhecidas orelhas de morcego.

Hoje, os Buldogues Franceses são excelentes cães de companhia, e um dos cães mais especiais que existe. Sua carinha engraçada e seu temperamento divertem as pessoas enormemente, então é difícil passear com um Frenchie sem chamar atenção. Poucos conseguem segurar o sorriso quando vêem um Bulldog Francês vindo em sua direção, e alguns mais corajosos até se aproximam e tentam adivinhar a raça do "cãozinho esquisito" com cara de malvado, mas doce como o mel.

Bichinhos - Bulldog


É uma raça maravilhosa para quem ama cães. Eles são realmente muito especiais. Muuuuuuito carinhosos com toda e qualquer pessoa. São loucamente apaixonados e fieis aos seus donos. Gostam muito de companhia, se tiver alguém sempre em casa, pode ter certeza que ficará sempre perto dessa pessoa. Adoram fazer charme, graça, são bem brincalhões. Eles são garantia de boas risadas diariamente!

Eles não tem muita noção de seu tamanho, por isso costumamos dizer que eles são meio "ogros" (tipo o shrek), têm um coração enorme porém são desengonsados e grosseirões. São teimosos e têm uma "audição seletiva", só ouvem quando querem e convêm. Costumam ser dominantes por isso, o dono deve saber ser rígido quando preciso se não, é ele quem vai mandar em você. As vezes acho que essa questão de dominância é um "defeito" dos donos e não dos cães porque os Bulldogs quando aprontam, já fazem uma carinha de coitado ou de sapecas e aí, é difícil ser durão com um cão que apronta e já se faz de coitado.

São bem dorminhocos, roncam (isso é o máximo, eles roncam mais do que muita gente que conheço!), babam... Latem apenas quando há algo de errado. Não suportam exercícios prolongados e temperaturas altas, por isso deve-se sair para passear sempre nas primeiras horas do dia ou a noite. No passeio leve sempre uma garrafinha de água junto e não vá muito longe, ele é quem vai dizer quanto tempo vai durar o passeio pois, assim que começar a ficar ofegante é hora de parar.

A pele requer cuidados especiais nas dobrinhas da carinha e do rabo. Devem ser sempre bem higienisadas e secas para evitar a formação de fungos. Mas isso é muito mais simples do que parece.