Amiguinhos Amados

terça-feira, 27 de setembro de 2011

Bichinhos - "Tia" está dodói

Aumiguinhos e Miaumiguinhos,
Estamos muito tristes pois a nossa "tia humana" está hospitalizada.
"Nosso Mãe" e Nosso Pai estão indo, agora, para lá.
Desculpem, mas não vamos poder fazer postagens, até "nosso mãe" voltar.
Assim que ela chegar damos notícias sobre a nossa "tia" querida.
Uma boa noitinha para todos e até a volta.
Lambeijos e Ronrons de
Pepi e Xixo

segunda-feira, 26 de setembro de 2011

Bichinhos - Bichinhos Amados

Kadi e Sprite

Karol e Bruno


Meus Bichinhos Amados,
Fiz a montagem, acima, em homenagem a vocês.
Quero que saibam do nosso profundo amor por todos vocês.
Agradeço a Deus por ter colocado estes seres adoráveis, em nossas vidas.
Com vocês aprendemos sobre amizade, fidelidade e sobretudo amor incondicional.
Rex, um pastor belga, foi meu amigo inseparável na adolescencia .
Bruno, o nosso Boxer, foi uma "babá" perfeita.
Ele foi um presente do meu marido para mim.
Chegou dois meses antes do nascimento da nossa filha mais velha.
Desde o primeiro dia que cheguei da maternidade, ele não se afastava do bercinho. Não deixava que ninguem chegasse perto da sua "irmãzinha humana."
Quando nasceram meus dois outros filhos, não foi diferente.
Bruno amava as crianças e sempre cuidou delas direitinho 
Sprite era filho da nosa gatinha amada, Sukita.
Os dois eram muito apegados ao meu filho e a minha filha mais velha. Eram super dóceis e companheiros.
Não posso deixar de mencionar, aqui, a nossa gatinha Fanta.
Ela era bem pequena. Um belo dia apareceu em cima de uma árvore, no quintal de nossa casa, em Petrópolis.
A bichinha miava de fome, sem parar, e foi um custo fazê-la descer daquela arvore gigantesca.
Ela era muito meiga. Adorava um carinho e dormia no nosso colo.
Infelizmente não tenho uma fotinha dela para colocar na montagem
E por fim, vou falar das minhas "netinhas gatas."
A Julieta e a Judith.
A Julieta eu apelidei de Juja e a Judith de Jujuba.
Elas são do meu filho e são o xodó da "vóvis" Verena.
Meus Bichinhos Amados,
Vocês vão ficar, para sempre, em nossas mentes e em nossos corações.
Obrigada por tudo!!
Com carinho de
Verena,Ró,Kadi e Karol

domingo, 25 de setembro de 2011

Bichinhos - Minha Vida Com Boris

Amigos queridos,
Estava andando pelas ruas do bairro, quando resolvi entrar numa pequena livraria.
Sempre gosto de olhar as novidades em livros, principalmente, no que diz respeito a livros de confeitagem e lógico, livros que falam sobre "Bichinhos"...rsrs
MINHA VIDA COM BORIS,  logo me chamou a atenção.
Gente, o livro é emocionante e muito lindo!!!
Aproveitei estes dois dias chuvosos e acabei de ler hoje.
Para quem quiser, vale a pena conferir.
Sinopse:
Numa manhã de maio de 2000, a advogada Thays Martinez e seu cachorro Boris saíram de casa para fazer história. Recém-chegados dos Estados Unidos, os dois tiveram a entrada barrada numa estação de metrô. Motivo: animais não eram permitidos nas instalações da Companhia do Metropolitano de São Paulo. E os funcionários da estação não se dobraram nem mesmo ao argumento de que cães-guia são instrumentos de acessibilidade e autonomia para pessoas com deficiência visual como Thays, cega desde os quatro anos.

Thays, então, moveu uma ação judicial contra o Metrô e, seis anos depois, conquistou uma histórica vitória no Tribunal de Justiça de São Paulo, fazendo a própria defesa com Boris a seu lado. Antes mesmo da decisão judicial que permitiu o acesso de cães-guia ao Metrô da maior metrópole do país, o caso de Thays e Boris já havia inspirado a aprovação de duas leis — uma estadual, em 2001, e outra federal, em 2005 — que garantem o acesso de cães-guia a todo e qualquer local público e privado de uso coletivo. A dupla também ficou conhecida graças às várias reportagens de que foi tema após o incidente, e Boris ainda foi alçado à condição de herói da inclusão e da acessibilidade.

Mas a obra vai muito além da narrativa de um triunfo da cidadania. No vibrante resgate de suas memórias, Thays aborda, sobretudo, sua profunda amizade com Boris, uma conexão baseada em confiança e cumplicidade que deixa como legado uma comovente história de afeto para além da vida.

Meus queridos, desejo a todos um bom resto de domingo e uma linda semana.
Beijinhos de
Verena e Bichinhos



sexta-feira, 23 de setembro de 2011

Bichinhos - Manhã de Primavera

Miaumiguinhos,
Nada como começar  a Primavera com uma linda música e lindos versinhos sobre nós gatinhos.
Um bom dia para todos com muita paz!
Ronrons floridinhos do
XIXO

quinta-feira, 22 de setembro de 2011

Bichinhos - "FOCINHOS DE OURO"

Aumiguinhos,
O uso de drogas como o Crack, o Oxi (mais perigoso que o Crack) e muitas outras, virou "moda."
Infelizmente os jovens estão se tornando "usuarios" cada vez mais cedo.
Então hoje vamos falar um pouco sobre os cães farejadores.
Um lindo dia e
Lambeijos do
Pepi e
Boa Leitura!
Segue a matéria:

Como é o treinamento dos cães farejadores de drogas?

por Yuri Vasconcelos
É um trabalho árduo, em que se busca tirar proveito das duas principais características dos cães que desempenham essa função: faro apurado e personalidade curiosa. Antes de meter as fuças em malas, carros ou pessoas - em geral nos locais de grande fluxo de gente ou mercadorias, como alfândegas, aeroportos e terminais rodoviários -, eles passam por meses de treino, quando aprendem a identificar os diversos tipos de drogas e a se comportar em público. A escolha dos cachorros para o emprego de caça-bagulhos se deu em função de seu olfato poderoso. Eles começaram a ser usados para farejar substâncias ilegais no fim dos anos 60, durante a Guerra do Vietnã (1959- 1975), quando o consumo de heroína entre soldados americanos tornou-se um sério problema para o Exército dos EUA. Com o tempo, o nariz afiado deixou de ser o único pré-requisito para o posto. “No início, a capacidade olfativa era um fator decisivo na seleção dos animais, mas hoje o que qualifica, de fato, um cão é o seu interesse por procurar e encontrar objetos”, diz Antônio José Miranda de Magalhães, chefe do canil da Polícia Federal, em Brasília. A unidade é o principal centro de treinamento de cães farejadores no Brasil e, desde sua criação, em 1988, já formou mais de cem “focinhos de ouro” para a função.
BISBILHOTEIROS OFICIAIS
Olfato extremamente apurado e temperamento curioso são os principais pré-requisitos dos “focinhos de ouro” da polícia
Labrador, golden retriever, pastor alemão e pastor belga malinois são as raças mais usadas no combate ao tráfico de drogas. Esses cães têm um faro apuradíssimo, graças aos seus mais de 200 milhões de células olfativas - para ter uma ideia, o fox-terrier tem 147 milhões e o homem “míseros” 5 milhões.
Depois de passar na peneira dos bons de fuça, são escolhidos os animais mais curiosos e perseverantes, que gostam de procurar e recuperar objetos e não desistem facilmente da busca. Com isso, os policiais têm a garantia de que seus futuros parceiros não farão corpo mole em serviço.
No canil da Polícia Federal, o adestramento começa quando o cão tem apenas 2 meses. Antes do treino específico para achar drogas, os animais passam por um “cursinho” de socialização e comandos básicos, como responder ao chamado do policial, sentar-se etc. Isso é feito, entre outras coisas, para que eles não ataquem as pessoas nas ruas.
O treinamento propriamente dito - que dura cerca de dois meses - só começa  depois que o cão completa 1 ano de idade. A partir daí, ele entra em contato com o odor típico da droga, que é acondicionada dentro de tubos de PVC, mangueiras de borracha ou em pequenas bolsas, feitas de lona impermeável, que imitam seus próprios brinquedos.
Após o cão se acostumar com o cheiro dos diversos tipos de drogas, os “brinquedinhos” são escondidos para que ele os encontre. O grau de dificuldade do exercício aumenta com o tempo. Para disfarçar o odor do tóxico (recurso adotado pelos traficantes), os treinadores misturam a ele produtos diversos, como alho, pimenta e cebola.
Sempre que o animal encontra o bagulho, recebe elogios e agrados do treinador. Caso ele não seja bem-sucedido, não recebe punição, mas, se dá mostras de que não vai dar conta do recado, pode até ser afastado do treinamento. Em nenhum momento do curso, e em hipótese alguma, o cão entra em contato com a droga.
Depois que está craque em farejar os entorpecentes, é hora de o bicho mostrar que sabe se portar em público. Ele é levado para fazer o treino ambiental nos locais onde irá trabalhar (postos de fronteira, aeroportos, rodovias etc.), para se acostumar com o movimento desses lugares. A partir daí, ele está pronto para botar o focinho em ação.
Já no batente, o cão usa os dois tipos de alerta que aprendeu. No ativo, ele arranha e morde o local onde a droga está escondida, ou pode latir para o suspeito de levar tóxicos. No passivo, ele se posiciona ao lado desse local ou da pessoa. Para não cansar o nariz, os cães intercalam períodos iguais de até 50 minutos de trabalho e descanso. O tempo pode variar, mas em geral eles ficam na ativa até os 10 anos de idade.

quarta-feira, 21 de setembro de 2011

Bichinhos - O gatinho foi encontrado!!!

Queridos aumiguinhos,
Obrigada por terem ajudado ao Xixo.
Coitadinho, ele já estava aflito.
O nosso aumiguinho Neno foi o primeiro a "descobrir" o fujão
Obrigada Neno, pela sua paciência.
Aumiguinhos amados, vocês foram todos super atenciosos com o Xixo.
Ele pede desculpas por ter ocupado vocês.
Obrigada pelo carinho e preocupação de todos.
Sabiamos que podiamos contar com vocês.
Confiram na imagem acima.
O nosso fujão está marcado com um circulo vermelho.
Tenham todos uma boa e abençoada noitinha
Lambeijos e Ronrons agradecidos de
Pepi e Xixo

Bichinhos - Vamos ajudar ao Xixo???

Aumiguinhos,
O Xixo está procurando o "miaumiguinho" que escapou ontem.
Ele está na imagem acima. Porém ele não consegue encontrá-lo.
Eu já sei onde o"bichinho" se encontra.
Se vocês tiverem dificuldade, mais tarde, eu mostro onde ele se escondeu.
Até mais...
Lambeijos do aumiguinho
Pepi

.

terça-feira, 20 de setembro de 2011

Bichinhos - Uma noite mágica!!!

Amigos queridos,
Estava sentada em frente ao PC, ontem pela manhã, quando toca o telefone.
Era o meu filho me convidando para ir com ele e minha nora, que é uma fofa, assistir TOSCA no Teatro
Municipal.
Não preciso mencionar como fiquei feliz com o convite.
Combinei de pegar um taxi e me encontrar com eles, no centro, em frente ao Teatro.
Meia hora antes saí de casa.
Quando chego na portaria, encontro com o casal que mora  no sexto andar. Notei que eles estavam
muito bem vestidos.
Comentei que eu estava indo para o Teatro Municipal.
Eles então, mais que depressa, disseram:
-Nós também!! Aceita uma carona?
E lá fui eu, super bem acompanhada e protegida...rsrsrs e
Eles fizeram questão de me dar carona, novamente, na volta para casa.
Chegando lá, logo encontrei meu filho e minha nora, que já estavam me esperando.
O Teatro Municipal  foi todo reformado em 2010 e está magnífico.
Música lindíssima, enfim tudo maravilhoso.
Foi realmente um noite mágica, amigos.
Precisava compartilhar com vocês estes momentos felizes.
Uma bela e abençoada tarde para todos e
Um beijão de
Verena e Bichinhos.

segunda-feira, 19 de setembro de 2011

Bichinhos - Aumiguinhos na Rede

Aumiguinhos e Miaumiguinhos,
Hoje é o Dia dos Aumiguinhos na "Rede"
Vocês são muito especiais para "nós"
Audoramos todos e esperamos permanecer
"AMIGOS PARA SEMPRE"
Lambeijos, Ronrons e Beijinhos de
Pepi, Xixo e Verena

Os obstáculos te mantém forte. 
As mágoas te mantém humano.
Os choques te mantém humilde
.


“Nesta vida temos três professores importantes: o ‘Momento Feliz’, o ‘Momento Triste’ e o ‘Momento Difícil’.
 
O ‘Momento Feliz’ mostra o que não precisamos mudar.
O ‘Momento Triste’ mostra o que precisamos mudar.
O ‘Momento Difícil’ mostra que somos capazes de superar.”

domingo, 18 de setembro de 2011

Bichinhos - Uma visita especial

Uma linda rosa do jardim da "Tia"


Tia e Eu
Amigos queridos,
Hoje subimos a serra para fazer uma visitinha para a tia do meu marido.
Ela é uma pessoa muito amada por todos nós.
Sempre viveu rodeada de crianças da família e por isso recebeu o "apelido" carinhoso de "Tia"
Tia é uma pessoa especial. Sempre alegre e está lúcida apesar de sua idade avançada.
Chegando lá, ela já estava a nossa espera com um delicioso lanche.
Aproveitamos para colocar o papo em dia e curtir o "friozinho" da serra.

sábado, 17 de setembro de 2011

Bichinhos - Para Pensar Hoje...

Nunca se justifique para ninguém.
Nunca se justifique para ninguém.
Porque a pessoa que gosta de você não precisa que você faça isso,
e quem não gosta não acreditará.
Não deixe que alguém se torne uma prioridade em sua vida,
quando você é somente uma possível opção na vida dessa pessoa.
Relacionamentos funcionam melhor quando são equilibrados.

De manhã quando você acorda,
você tem simplesmente duas opções:
voltar a dormir e a sonhar ou levantar e correr atrás dos seus sonhos.
A escolha é sua.

Nós fazemos chorar aqueles que cuidam de nós.
Nós choramos por aqueles que nunca cuidam de nós.
E nós cuidamos daqueles que nunca vão chorar por nós.
Essa é  a vida, é estranho mas é verdade.
Uma vez que você entenda isso,
nunca será tarde demais para mudar.
Não faça promessas quando você estiver alegre.
Não responda quando você estiver triste.
Não tome decisões quando você estiver zangado.
Pense duas vezes.... Seja esperto.
O tempo é como um rio.
Você nunca poderá tocar a mesma água duas vezes,
porque a água que passou nunca passará novamente.
Aproveite cada minuto da sua vida...

Se você continuar dizendo que está ocupado, então você nunca estará livre.
Se você continuar dizendo que não tem tempo, então você nunca terá tempo.
Se você continuar dizendo que fará isso amanhã, então o amanhã nunca chegará.




  Vivenda Renascer

sexta-feira, 16 de setembro de 2011

Bichinhos - "NÓS" NÃO SOMOS MÁQUINAS

Aumiguinhos,
"NÓS" NÃO SOMOS MÁQUINAS, embora muitos humanos pensem desta forma.
Lambeijos do
Pepi e
Boa Leitura
Um dia desses, tocou o telefone. Atendi. Uma voz feminina e melodiosa do outro lado da linha:
- Senhor Fretas?
- As suas ordens.
- Senhor Fretas, me informaram que o senhor é a pessoa mais entendida em matéria de cachorros, no Brasil. - Tal informação, minha senhora, é hermeticamente certa: não sou apenas o melhor cinólogo do Brasil, mas de todo o hemisfério. Qual é o seu problema?
- Sabe, Sr. Fretas, eu sou apaixonada por cães embora muito frustrada: nunca pude realizar meu desejo de possuir um.  Principalmente porque minha mãe não os tolerava.
- Muito bem, retruquei, então qual é a sua dúvida: financeira, sentimental, técnica ou política?
- Acontece - soou do outro lado da linha a voz melodiosa que atualmente moro sozinha num apartamento. Mas, no meu prédio, só são admitidos cães de pequeno porte.
- Sem problemas: posso lhe indicar inúmeras raças de cães pequenos e a Sra. escolher qual a de sua preferência.
- Ocorre, senhor Fretas, que minha empregada já advertiu que não andará catando pêlos que o animal soltar, muito menos a sujeira que ele fizer.
- Bem, disse-lhe, a primeira dificuldade é fácil de contornar: a senhora pode comprar um cão "Pelado Mexicano", que, além de jamais soltar pêlos (pudera, é calvo!!'.), dispensa o uso da escova, da raspadeira e dificilmente conduz pulgas. A outra questão, porém, já é mais difícil de se evitar: como o cão se alimenta pela zona norte, os resíduos têm, forçosamente, que sair pela zona sul. Uma forma de se amenizar tal situação, é comprar um cão um pouco mais velho, e que já seja "housebroken". isto é, que não ande sujando pela casa toda, mas apenas na área de serviço, ou onde lhe seja indicado.
- Mas - falou minha cinófila, do outro lado da linha - me falaram que um cão mais velho já não se adapta bem ao novo dono. Eu bem que gostaria...
- Então, respondi, a senhora quer um cachorro novo/velho, não é?
- Sim, mas isto não é o problema principal. Ocorre que eu tenho um sítio, para onde viajo toda sexta-feira e de onde só volto na segunda-feira. Como naquela região tem havido muitos assaltos, preciso de um cão grande, que tome conta de mim, durante a viagem, e que guarde bem a casa.
- Se entendi bem, o que a senhora deseja é o seguinte: um cachorro pequeno de segunda a quinta-feira e um grande de sexta a segunda-feira.
- Não é exatamente isto, porque subsiste um problema: os filhos de meu caseiro têm medo de cães grandes, e, logicamente não posso ter dois cachorros, daí... - Então recapitulemos, disse-lhe: a senhora quer um cão bravo/manso, peludo/pelado, grande/pequeno e novo/velho. Saiba que, mesmo sendo um grande entendido em matéria de cachorro, desconheço qualquer raça que corresponda às suas necessidades. Não obstante, talvez lhe possa dar uma indicação: conheço, aqui em São Paulo, um engenheiro "expert" no assunto e que costuma construir uns cães muito certinhos quanto as suas angulações, proporções, etc. É de meu conhecimento que ele já fabricou tais cães movidos a álcool, energia solar e biomassa. Assim, quero crer que ele seja capaz de inventar um cão eletrônico e inflável: dessa forma a senhora manteria o animal, de segunda a sexta-feira, no tamanho "apartamento" (diga-mos, de 8 a 10 libras de pressão). Sexta-feira (lembre-se, os postos fecham as 19 horas), a senhora mandaria infla-lo (talvez por volta de 20/25 libras) até que ele alcançasse o tamanho desejado para a guarda do sítio. Como a única alimentação desse cão se faria com o ar, em sua zona sul também só sairia ar, mesmo assim quando se abrisse a válvula. Como vê, um cão absolutamente limpo. Poderia, além disso, ser o cão programado para ficar absolutamente mudo, de segunda a sexta-feira (quando no apartamento), podendo, durante a viagem e a estada no sítio, soltar terríveis rosnadas, rugidos e latidos. Além disso, se aparecesse a "carrocinha", ou ainda quando outro cão o viesse molestar, a senhora simplesmente abriria a válvula e o colocaria em qualquer gaveta ou no porta-luvas do carro.
- Mas...
- Deixe-me terminar, minha senhora. Além disso, esse cão jamais iria perseguir cadelinhas no cio, não precisaria tomar vacinas, nunca ficaria doente, etc., etc. Quero dizer que ele resolveria todos os seus atuais problemas, dando-lhe total satisfação e nenhum aborrecimento.
- Mas - insistiu minha interlocutora - isto não é um cão verdadeiro, isto é uma máquina...
- Claro, disse-lhe, mas também a senhora não é uma cinófila verdadeira...
A voz melodiosa, no outro lado da linha desligou
Fritz Caspari
(Revista Atualidades Caninas Veterinárias No102 AnoXII)











 

quinta-feira, 15 de setembro de 2011

Bichinhos- Venham sonhar com Mila...

Mila passeando com o "PEPI"

Monte o look da Mila

Mila cabeleireira
Amigos,
Adele Enersen é uma publicitária finlandesa. Veja a produção caseira sobre os possíveis sonhos de sua filha Mila.
Achei um amor!!
Uma ótima e abençoada tarde para todos
Beijinhos de
Verena

"O mundo é como um espelho que devolve a cada pessoa o reflexo de seus próprios atos ou pensamentos."
Mila voando na Rússia

Mila no balanço

Mila andando no Elefante

Mila no campo com sua ovelinha

Mila no campo com seus ursinhos

Mila cavalgando

Mila para secar...rsrs

Mila surfista

Mila no espaço

quarta-feira, 14 de setembro de 2011

Bichinhos - Vocês querem nos ajudar???

Aumiguinhos e Miaumiguinhos,
Aqui hoje está chovendo muito.
Como não podemos correr e brincar lá fora, resolvemos escrever uma histórinha.
Vocês querem nos ajudar?
Cada um escreve uma frase e
A "nossa" história, no final, vai ficar linda
UM FINAL FELIZ PARA REX E FÉLIX
PEPI -Rex era um cão que escapou de um abrigo para animais. Cansado o animal deitou-se debaixo de
           uma árvore e adormeceu e...
XIXO-Quando acordou, viu que um gatinho,que vamos chamar de Félix, estava dormindo bem juntinho dele.
           então...
NINA MARIE - Quando Rex viu o Félix, ficou um pouco envergonhado e com medo de que outros cães vissem ele com um gatinho....
KIPPY MARRIE-... Mas mesmo com medo ele pensou -"Poxa, este gatinho também deve estar perdido, tenho que ajudá-lo".
E perguntou ao gatinho de onde ele vinha.
O gatinho, magrinho e com fome, respondeu ...
PEPI - Minha "mãe" morreu atropelada, então...
XIXO- Eu, agora, fico andando por aí com fome, sede e frio.e aí...
KIKA-Eu pensei como você também não tem casa nem mãe e é grande poderia ser minha mãe e me proteger dos cães maus que não gostam de gatos e dos humanos!
Rex começou a pensar.....
BRIAN-Você pode fazer qualquer coisa com um amigo! E...
PEPI -  Rex ficou muito feliz pois sabia que, de agora em diante, não estava mais tão só. Mas...
XIXO- Alguns dias depois, uma senhora passou por ali, e vendo os dois "bichinhos" pensou:
KIKA- Eu vivo sozinha e me sinto muito só e eles não tem ninguém que tome conta deles!!
Se os levar, eles me fazem companhia e eu tratarei deles como meus filhos, que nunca tive..pegou neles! e o Rex e Felix souberam que a partir desse dia nunca mais iam ter fome ,nem frio e que iam ter muito amor para dar aquela senhora que estava a levá los para sua casa e que iam ser muito felizes.
Pepi- A bondosa senhora, então falou para Rex e  Felix:
CHICA- Mas que linda cena essa. Vocês querem ir lá pra casa? Tenho um lugar bem bom pra vocês e vão me fazer companhia.Aceita,?
KIPPY MARRIE- . Os dois olharam um para o outro e Rex falou baixinho para Félix... "Amiguinho.. O que voce acha de irmos com esta senhora? Será que ela é do bem? Ou será que pode ser alguém que nos fará mal e está nos enganando, como na história da bruxa com a maçã envenenada, lembra da Branca de Neve?.... Então eles pensaram... E resolveram olhar bem no fundo dos olhos daquela senhora, pois a boca mente, mas os olhos não.
E foi então que perceberam ....
PEPI- Que os olhos daquela bonita senhora só passavam bondade e...
XIXO-Nossos amiguinhos resolveram aceitar o convite.
 Ganharam um novo lar com muito amor e carinho e...
PEPI- FORAM FELIZES PARA SEMPRE!!!
FIM
OBRIGADO PELA "AJUDA," AUMIGUINHOS E MIAUMIGUINHOS
"NOSSA" HISTÒRIA FICOU MUITO "LEGAUS"
O QUE VOCÊS ACHARAM?
  

terça-feira, 13 de setembro de 2011

Bichinhos - Quem necessita de babá??

Recebemos este doce de email da nossa querida Tia Ana Clara.
Achamos que também pudessem gostar.
 Vejam que amor!!