Amiguinhos Amados

terça-feira, 30 de abril de 2013

Bichinhos - Até breve, amiguinhos

Amiguinhos amados
Aqui é a Juja
Infelizmente a nossa vóvis terá que ficar ausente por alguns dias
Enquanto isso a nossa tia Karol cuidará da gente
Na volta, faremos uma visitinha a todos os bloguinhos amigos
Já estamos com saudades de vocês!!
Desejamos a todos um ótimo final de semaninha e
Até breve!!!
Muitos lambeijinhos e ronrons das gatinhas
Juja e Jujuba

domingo, 28 de abril de 2013

Bichinhos - Juja colorindo a Semana



Amiguinhos amados, 
Aqui é a Juja
Hoje a nossa "tia"  e a vóvis coloriram o nosso domingo
A minha "tia" Betinha me deu raçãozinha fresquinha e
Depois de muitas festinhas  e brincadeirinhas
Vóvis me "ajudou" a fazer esta postagem
Quero colorir a semaninha de todos vocês também 
Muitos e muitos miaus docinhos da gatinha 
Juja

Viva a vida! Acredite em seus sonhos. Encontre em
seu caminho: o brilho do sol, as cores do arco-íris, o fulgor
das Estrelas, a Paz, o Amor, e a Esperança!
Estamos participando da Semana colorida da tia Anne

sábado, 27 de abril de 2013

Bichinhos - Para pensar hoje

Era uma vez em que haviam milhões de estrelas no céu. Estrelas de todas as cores: brancas, lilases, prateadas, douradas, vermelhas, azuis...
Um dia, elas procuraram o Senhor, o Deus do Universo, e disseram-lhe:
- Senhor Deus, gostaríamos de viver na Terra com os homens.
- Assim será feito - disse-lhes Deus - conservarei vocês todas pequeninas como são vistas e podem descer à Terra.
- Conta-se que naquela noite houve uma linda chuva de estrelas. Umas desceram nas torres das igrejas, outras foram voar e brincar com os vaga-lumes no campo, outras se misturaram nos brinquedos das crianças e a Terra ficou maravilhosamente iluminada. Porém, passando algum tempo, as estrelas resolveram abandonar os homens e voltar ao céu, deixando a Terra escura e triste.
- Por que voltaram? Perguntou Deus, à medida em que voltavam ao céu.
- Senhor, não nos foi possível permanecer na Terra. Lá existe muita miséria, muita desgraça, fome, violência, guerra maldade, doença...
E o Senhor lhes disse:
- Claro, o lugar de vocês é aqui no céu, a Terra é o lugar do transitório, daquilo que passa, do imperfeito, daquele que caiu, daquele que erra, daquele que morre...Aqui no céu é o lugar da perfeição, o lugar onde tudo é bom, onde tudo é eterno...
Depois que chegaram as estrelas,  Deus falou de novo:
- Mas está faltando uma estrela! Será que se perdeu no caminho?
Um anjo que estava perto retrucou:
- Não, Senhor! A estrela resolveu ficar entre os homens, ela descobriu que seu lugar é exatamente onde está a imperfeição, onde há limites, onde as coisas não vão bem...
- Mas que estrela é essa? - Voltou Deus a perguntar.
- Por coincidência, Senhor, era a única estrela desta cor.
- E qual era a cor desta estrela? - Insistiu Deus.
- É verde, Senhor! A estrela verde do sentimento da esperança.
E, quando olharam para a Terra, a estrela verde já não estava mais sozinha.
A Terra estava novamente iluminada, porque havia uma estrela verde no coração de cada pessoa, porque o único sentimento que o homem tem e Deus não tem é a Esperança. Deus já conhece o futuro e a esperança é própria da natureza humana, própria daquele que cai, daquele que erra, daquele que não é perfeito, daquele que ainda não sabe qual é o seu futuro
Fonte: Google.



quinta-feira, 25 de abril de 2013

Bichinhos - 10 curiosidades sobre gatos

 Gatos são considerados os seres mais fofinhos do universo, mas podem ser seres misteriosos. Os gatos são de maioria os seres mais adorados do mundo. O primeiro contato dos gatos com os humanos que se tem registro foi à 9.000 anos, e depois foi sendo domesticado  e hoje em dia maioria das casas tem o bichano como mascote. Muito adorado por criança por causa de sua beleza e aparência carinhosa, embora que os gatos sejam meio rudes na maioria do tempo. Confira 10 super curiosidades sobre esses felinos:

1. Os gatos ganham dos cachorros
   Ao menos em números absolutos e nos Estados Unidos. Segundo a Associação Médica Veterinária Americana, havia cerca de 81,7 milhões de gatos nos domicílios dos EUA em 2007, em comparação com 72,1 milhões de cães. Isso significa que pouco mais de 32% das casas  possuem um gato, e cada domicílio tem, em média, pelo menos dois bichanos. No Brasil, porém, os cães ainda dominam, com 27 milhões contra 12 milhões de gatos, segundo dados do IBGE.
   A propósito, cães e gatos podem viver juntos sem causar histeria em massa. Um estudo publicado em 2008 descobriu que se os cães e gatos se conhecem quando o felino tem menos de 6 meses de idade, e o cão menos de um ano, as duas espécies podem conviver em paz.
   O estudo diz que confrontos entre diferentes espécies pode ser nada mais que uma falha de comunicação.         
   Os outros animais não entendem os olhares desconfiados dos gatos ou a submissão dos cães, por exemplo. Entretanto, se os bichos se conhecerem desde pequenos, eles passam a entender uns aos outros, afirmam os pesquisadores, quase como se fossem bilíngues.



2. Gatos são grandes bebedores

   Quando você assistir a um gato tomando água ou leite, saiba que está assistindo a um processo delicado. Em vez de simplesmente “escavar” o líquido para a boca, como os cães fazem, o gato toca a ponta da língua na superfície do líquido, criando uma coluna que se estende quando ele puxa a língua para trás. Logo antes de a gravidade superar o movimento ascendente da língua do gato, enviando o líquido de volta para baixo, o felino fecha seu maxilar, capturando o gole.
   Em cada um desses processos, os gatos domésticos engolem cerca de 0,1 mililitros de líquido. Com quatro lambidas por segundo, eles conseguem beber cinco colheres de chá (24 ml) a cada minuto.

3. Gatos tem um pênis perigoso

   Os gatos possuem uma característica curiosa em seus órgãos genitais: centenas de espinhos. Ninguém sabe ao certo para que servem esses espinhos de milímetros de comprimento. Especula-se que eles possam melhorar o estímulo sexual para o macho ou talvez evitar que o pênis escorregue para fora da vagina da fêmea durante a ejaculação. De acordo com um estudo de 1967, as gatas só ovulam após a estimulação genital, então é possível que os espinhos penianos desempenhem um papel importante no sentido de garantir a ovulação.   Gatos machos castrados cedo, entretanto, geralmente não desenvolvem os espinhos no pênis. Isso porque os espinhos crescem em resposta aos hormônios masculinos. Quando um gato é castrado, seus níveis de androgênio despencam e os espinhos ou não se desenvolvem ou se retraem.

4. Gatos tem mais facilidade em engordar

   Os seres humanos não são a única espécie com problemas com a balança – Garfield que o diga. Nossos animais de estimação estão ficando cada vez mais gordos. Cerca de 54% dos cães e gatos domésticos  estão com sobrepeso ou são obesos. Em números brutos, são cerca de 50 milhões de gatos rechonchudos.   A maioria dos gatos que vivem em ambientes fechados fazem pouca atividade aeróbica, o que significa que eles precisam de muito pouco em termos de calorias. Um gato de 4,5 quilos, por exemplo, necessita de apenas cerca de 180 a 200 calorias por dia. A obesidade chega quando os felinos ingerem bem mais do que isso. Uma porção da comida para gatos da marca Friskies, por exemplo, possui 381 calorias.

5. Gatos são menos inteligentes que os cachorros

   Apesar de sua fama e pose de superior, os gatos podem ser menos inteligentes do que os cães. Um estudo de 2010 concluiu que as espécies sociais como os cães têm experimentado um crescimento maior do cérebro ao longo dos últimos 60 milhões de anos, em comparação com animais solitários como os gatos.   Um artigo do ano anterior já havia confrontado a inteligência felina com a canina – com vitória dos cachorros. Os cães se mostraram mais inteligentes em alguns campos, enquanto os gatos dominaram outras áreas, mas o desempate veio a favor do animal mais útil para o homem. Dado que tudo que um gato faz é caçar passarinhos e cães podem farejar drogas, resgatar alpinistas perdidos e até mesmo diagnosticar câncer, os cães foram declarados os mais inteligentes das duas espécies.   Porém, alguns podem argumentar que passar a vida relaxando ao sol (com intervalos ocasionais para correr atrás de ratos) é um tipo próprio de inteligência.

6. Os gatos podem ser menos inteligentes mas não são burros

   Os cães podem ter mais uma vida social mais ativa, mas não subestime o cérebro felino. Ano passado, pesquisadores flagraram um gato selvagem imitando o som emitido por um pequeno macaco para chamar a atenção da presa.   O gato-maracajá, um parente muito próximo da jaguatirica, que habia a Amazônia, já foi visto fazendo barulhos de macaco perto de um grupo desses animais. Quando os micos se aproximaram para investigar o som, o gato-maracajá tentou uma emboscada. Neste caso, um dos macacos percebeu a artimanha felina e salvou os outros animais com um grito de alerta. Apesar disso, a observação sugere que os gatos selvagens podem ser ainda astutos do que pensamos.

7. Gatos não tem boa memória

   Os gatos se lembram de obstáculos em seu ambiente por cerca de 10 minutos, de acordo com um estudo de 2007. Além do mais, os gatos têm uma memória muscular melhor do que visual.   Quando os cientistas impediram o movimento de gatos domésticos após as suas pernas dianteiras terem superado um obstáculo, mas antes que levantassem as pernas de trás, os felinos só se lembraram que teriam de superar o obstáculo novamente nos dez minutos seguintes. Quando os gatos viam o obstáculo, mas estavam distraídos com a interrupção dos pesquisadores, eles esqueciam do obstáculo.

8. Gatos tem poder de controlar sua mente

   É verdade, donos de gatos: seu bichano está no comando. Alguns gatos têm aperfeiçoado um ronronar agudo infalível aos ouvidos humanos. Um estudo de 2009 descobriu que os humanos consideram essa mistura de alegria e agressividade difícil de ignorar. Os gatos tendem a usar esse recurso quando querem comida, e seus proprietários recebem a mensagem e atendem ao pedido dos bichanos. Quem tem gato em casa sabe do que eu estou falando, certo?

9. Os parasitas do gato também podem controlar sua mente

   Um parasita que se reproduz em gatos tem a capacidade de manipular animais – incluindo os seres humanos. O protozoário Toxoplasma gondii é um mestre controlador de mentes. Ele infecta os ratos e os faz agir imprudentemente e ir para lugares onde provavelmente sejam capturados por gatos. E é exatamente isso que o parasita quer, já que ele só pode se reproduzir no estômago dos felinos.  Mas o controle mental exercido pelo Toxoplasma gondii também se estende aos seres humanos: pessoas que vivem em países com altas taxas de infecção pelo parasita apresentaram maior probabilidade de ser neuróticos do que pessoas que vivem em áreas onde as taxas de infecção são baixas. Neuroticismo é um traço de personalidade caracterizado pela ansiedade e insegurança. Se muitas pessoas são infectadas (provavelmente através do contato com gatos), os cientistas especulam que é possível que o T. gondii possa mudar o comportamento de culturas inteiras.

10. Aquecimento Global pode significar mais gatos

   De todas as possíveis consequências das alterações climáticas, esta é provavelmente a mais fofinha: temperaturas mais quentes e invernos mais curtos podem levar a períodos mais longos de procriação para os gatos. Com isso, mais gatinhos viriam ao mundo. Porém, isso infelizmente pode não ser uma coisa boa.   
   Em 2007, a organização de adoção de animais de estimação Across America avisou que cada vez mais e mais gatinhos aparecem em abrigos em todos os Estados Unidos, uma tendência atribuída aos verões mais longos. Uma vez que os gatos são procriadores de tempo quente, invernos mais curtos significam um intervalo menor entre as ninhadas. A solução é simples, de acordo com a organização: castre seu gato e contribua para o controle da superpopulação de gatinhos, independentemente da temperatura que faz lá fora.
Fonte: Gato Sincero

quarta-feira, 24 de abril de 2013

Bichinhos - Mensagem vinda do Céu


"Quando um dia eu cheguei
Para em seus braços ficar
Uma missão eu tinha a cumprir.
Pois também, como os humanos,
Só um certo tempo eu tinha
Para cumprir aqui,
Com você, ao seu lado,
Antes de para sempre partir.

Nasci juntamente com outros,
Para você me escolher
E foi exatamente o que aconteceu.
Entre tantos cãezinhos fofinhos
Fui o escolhido rapidinho
Para ganhar seu amor.

Tudo que eu precisava, você me deu
Um lar, um aconchego gostoso,
Comida saborosa, cama macia
Seus carinhos, sua atenção, seu amor.
Eu só te via o tempo todo sorrindo,
Sempre presente, ao meu lado.
Quando me via saracoteando
Fazendo arte, brincando,
Correndo nos quatros canto da casa.
Você ralhava, brigando sem raiva
Tentando esconder um sorriso,
Das minhas atrapalhadas.
E eu com o meu rabinho abanando
Só tentava a todo custo mostrar
Toda a minha felicidade.

Sabe, eu nasci com esta missão
Junto de você eu tinha que ficar.
Nasci para te alegrar, te fazer feliz
Nasci para mostrar que
Eu era diferente de todos,
Entendia o que se passava
Entendia o seu recado
Eu também sabia amar.

E te amei muito como ninguém
Em todos os momentos
Que juntos ficamos
Nas brincadeiras, no banho,
Quando em seu colo eu ficava
Cúmplice, sem latir, bem quietinho
Só te olhando de mansinho
Esperando o tempo passar.

Lembra quando dormia ao seu lado,
Ou quando latia bem fino
Só pra chamar sua atenção?
Quando brincava, me escondendo
E você me chamava e procurava.
Até me encontrar onde estava?
Eram maneiras que eu tinha
De te mostrar meu amor.

Não chore por minha partida
Hoje também sou um anjo
Que cumpriu sua missão.
Você, minha "mãe" querida
Me deu todo o seu calor humano
Muito amor e compreensão.
E eu só posso te agradecer por isso.
Por ter-me feito imensamente feliz
Durante o pouco tempo de vida
Que ao seu lado eu fiquei.

Autor Desconhecido

segunda-feira, 22 de abril de 2013

Bichinhos - Soninho







                                                                             

domingo, 21 de abril de 2013

Bichinhos - Desabafo de um Gato

Gente complicada é um saco de gatos!
Mas o maior saco é ser gato!
Principalmente sem raça.
Dizem que gato dá azar,
mas o grande azar é ser gato!
 De dia a "gente" se esconde
da paulada, da pedrada, do atropelamento,
do "pega pra capá",
do balde d'água, da vassoura
e até de um outro gato
que corre pro nosso lado
fugindo das mesmas coisas!
À noite , como diz o provérbio,
"Todos os gatos são pardos".
Então, a "gente" se arrisca
e põe a cara pra fora:
às vezes viramos presunto
quando não viramos churrasco!
De fato nós temos um jeito
até muito humano de ser.
E que culpa temos disso?
Malícia, desconfiança,
muita personalidade,
atração pelo conforto,
preguiça, instabilidade de humor,
muito afeto reprimido pelo medo
e muita vontade de sermos amados.
Se eu fosse gente,
eu adotaria um gato.
E como gato,
eu adoraria "adotar" alguém!
Mas, infelizmente,
muitos pensam
que gato é um saco.
MAS SACO MESMO É SER GATO !!
Silvia Schmidt

Amiguinhos,
Tenham todos uma alegre e colorida semaninha
Estamos participando do Semana colorida da tia Anne

sábado, 20 de abril de 2013

Bichinhos - Um recadinho para uma amiga especial


Querida amiga Anne
Pensei em  enviar te um Email, agradecendo o livro e o lindo cartão que me mandastes mas
Resolví compartilhar a minha imensa alegria com todos os meus amigos queridos da blogosfera
Muito obrigada de coração, Anne
La Fontaine e o Comportamento Humano
É uma coletânea de fabulas de La Fontaine com explicações espíritas
Doutrina essa, que muito admiro
Quero desejar a todos vocês um abençoado Final de Semana e
Obrigada por tudo, amiga querida
Beijinhos afetuosos de
Verena e Bichinhos
"O poder que têm sobre nós as pessoas que amamos é quase sempre Maior que o que temos sobre nós mesmos"
La Rochefoucauld

sexta-feira, 19 de abril de 2013

Bichinhos - Bichinho Vira-lata


Mistura de muitas raças, de porte grande, médio ou pequeno, pelagem longa ou curta, pretos, brancos, amarelos, cinza, pintados, tigrados, eis o viralata, um cão forte, saudável, amigo.

Hoje chamado sem raça definida, ou seja SRD, o vira-lata é um cão formidável, que nada fica a dever aos cães de raça pura.

A mistura de raças favorece o fortalecimento desse tipo de animal, ao contrário daqueles de raça que muitas vezes carregam hereditariamente algumas características que os tornam sensíveis a determinados fatores ambientais ou genéticos como propensão a doenças de pele, olhos, alergias etc.
                                                           
Do ponto de vista do temperamento os vira-latas em geral são cães alegres e sociáveis.
Os de porte pequeno são ótimos cães de companhia, os de porte médio ou grande cumprem com galhardia a tarefa de guardiões de propriedades. Podem ser adestrados tal qual os cães de raça e, como são inteligentes, aprendem com facilidade o que lhes ensinam.

Alguns nasceram em casa, outros na rua. Outros ainda, são frutos de cruzamentos de animais de raça e assim sugem eles, os mestiços, que não deixam de ser viralatas.

Na maioria das vezes desprezados por não terem "pedigree", que é o atestado de pureza de raça, eles sofrem muitas injustiças principalmente porque não têm valor de mercado ou não correspondem à vaidade de certas pessoas que gostam de ostentar seu cão "raçudo."

Independente de quaisquer considerações, o vira-lata é uma presença constante em nossas vidas.
Muitos deles são conhecidos em todo o mundo porque se tornaram astros do cinema, outros pertencem à comunidade e são tratados pelos moradores de determinada rua, muitos são companheiros de pessoas infortunadas que vivem pelas ruas e outros ainda vivem em companhia de famílias que os adoram e são tratados a pão-de-ló.

Ser vira-lata não é problema. O triste é ser cão abandonado (e muitos de raça o são), passar fome e frio, não ter carinho, receber pontapés e pedradas.

O importante é ser bem tratado.
Afinal de contas ser vira-lata é ser como nós, povo brasileiro, mistura de muitas raças.

Autor: desconhecido

quarta-feira, 17 de abril de 2013

Bichinhos - Nossos Personal "Cat Sitters"

                                         
Nossos "Personal Cat Sitters"

Esperando  vóvis e vóvis
Já vou me esconder...miauuu
                                         
  Amiguinhos amados,
Mais uma vez o nosso "papai"
 e nossa "mamãe" vão viajar
Que coisa chata, viu?
Ainda bem que temos os nossos "personal cat sitters"
Sabem quem são?
É a nossa vóvis, nosso vôvis e nossa "tia" Karol
Eles chegam todo santo dia, pela manhã, para tratar da gente e brincar conosco
 Desta vez, "tia" Karol vai revesar com eles pois agora ela mora pertinho de nós
Será que o "papai" e a "mamãe" vão demorar??
Bem, fiquem com o Papai de Céu, amiguinhos
Ainda bem que temos vocês para desabafar
Jujuba já está "escondidinha  e Eu tô toda animadinha
Só esperando...
Ronronzinhos docinhos de
Juja

segunda-feira, 15 de abril de 2013

Bichinhos - Meu Cachorro


Meu amigo fiel,
Meu eterno companheiro
Que vive neste mundo como um guerreiro.

Na solidão, ele me faz companhia;
Na tristeza, ele me traz alegria;
Quando estou com insegurança,
Ele late no portão
Mostrando ao mundo que é a minha proteção.

Ele jamais me abandonou.
Nunca vi em toda minha vida tanto amor,
Tanta euforia,
Só por estar perto da minha companhia

domingo, 14 de abril de 2013

Bichinhos - Parabéns, Pink!!!

Hoje vai ter festa
Muitos Sachets Whyskas pra você
É o seu aniversário
Vamos juntos comemorar

Parabéns, linda gatinha Pink
Muitas felicidades e uma semana coloridinha
Viemos hoje desejar

Estamos participando da Semana colorida da Tia Anne

Bichinhos - Vale a pena ler

Sou veterinário, e fui chamado para examinar um cão da raça Wolfhound Irlandês, chamado Belker.

Os proprietários do animal, Ron, sua esposa Lisa, e seu garotinho Shane, eram todos muito ligados a Belker e esperavam por um milagre.

Examinei Belker e descobri que ele estava morrendo de câncer. Eu disse à família que não haveria milagres no caso de Belker, e me ofereci para proceder a eutanásia para o velho cão em sua casa.

Enquanto fazíamos os arranjos, Ron e Lisa me contaram que estavam pensando se não seria bom deixar que Shane, de quatro anos de idade, observasse o procedimento.  Eles achavam que Shane poderia aprender algo da experiência.

No dia seguinte, eu senti o familiar “aperto na garganta” enquanto a família de Belker o rodeava.

Shane, o menino, parecia tão calmo, acariciando o velho cão pela última vez, que eu imaginei se ele entendia o que estava se passando.

Dentro de poucos minutos, Belker foi-se, pacificamente.  O garotinho parecia aceitar a transição de Belker, sem dificuldade ou confusão.

Nós nos sentamos juntos, um pouco após a morte de Belker, pensando alto sobre o triste fato da vida dos animais serem mais curtas que as dos  seres humanos.

Shane, que tinha estado escutando silenciosamente, disse: 
- "Eu sei porque."

Abismados, nós nos voltamos para ele.  O que saiu de sua boca,me assombrou.Eu nunca ouvira uma explicação mais reconfortante.

Ele disse:
- "As pessoas nascem para que possam aprender a ter uma boa vida, como amar todo mundo todo o tempo e ser bom, certo?"

o garoto de quatro anos continuou...
- "Bem, cães já nascem sabendo como fazer isto, portanto não precisam ficar por tanto tempo."
Fonte: Google

sexta-feira, 12 de abril de 2013

Bichinhos - Uma gatinha chamada Jujuba


Amiguinhos amados,
Aqui é a Jujuba
A Juja já escreveu, na postagem anterior, que eu cheguei muito "piquititinha" e cheia de probleminhas, né?
Então, agora que o meu "papai" sabia que na Quinta da Boa Vista haviam muitos gatinhos abandonados, não hesitou e foi lá para encontrar uma companheirinha para Juja
Chegando lá, após ter procurado bastante, encontrou  uma "bolinha de pelo" que só sabia miar...
Esta bolinha, digo, gatinha recebeu o nome de Judith mas a vóvis me achava tão docinha que passou a me chamar de Jujuba
Eu fui muito mal tratada e todos dizem que eu não mamei o suficiente na minha mamãe
Vou contar um segredinho mas não contem para ninguém, viu?
Eu tenho a mania de subir no colinho da minha "mamãe" e "mamar" na roupa dela, até hoje
Tambem adoro comer ovo mexido, pode?
Amiguinhos, fui muito bem recebida na minha nova casa.
Amo a minha familinha em especial minha "mamãe" Mari e minha irmãzinha Juja
Sou muito timida e tenho medo de estranhos.
Ainda bem que tenho a minha mana Juja que me protege, sempre
Juja e Eu somos gatinhas muito felizes
Encontramos um lar, carinho e muito amor da nossa familinha e dos nossos "namogatinhos" Momo e Ébano
Esta é minha "miaugrafia"
Espero que tenham gostado
Ronronzinhos docinhos da gatinha



quarta-feira, 10 de abril de 2013

Bichinhos - A estória de Juja


Amiguinhos amados,
Aqui é a Juja
Hoje resolví contar um pouco da minha estórinha:
Eu me chamo Julieta mas a vóvis Verena "trocou" o meu nome e eu passei a me chamar Juja
A vóvis disse que este nominho combina mais comigo...pode?
Moro numa linda cidade chamada Rio de Janeiro
Um dia meu "papai" e minha "mamãe" foram passear na Quinta da Boa Vista
Quinta da Boa Vista é uma das maiores e melhores opções de lazer do Rio de Janeiro. Dentro de seus limites estão, além do grande parque público, o Museu Nacional da Quinta da Boa Vista e o Jardim Zoológico.
Sua área verde é muito procurada por famílias e amigos que procuram aproveitar um dia de sol no parque para fazer piqueniques, caminhadas, relaxar ou apenas admirar seus belos lagos e jardins.
Quinta da Boa Vista é também um local onde se realizam competições esportivas e grandes shows de música popular, concertos e exibições de dança — sempre gratuitos e abertos ao público — em feriados e datas comemorativas, como o Dia da Independência e o Dia do Trabalho. Esses shows atraem milhares de pessoas e são muito apreciados pelos cariocas.
Pois bem, chegando lá "papai" avistou muitos gatinhos abandonados...
Eu logo senti uma ternura muito grande quando ví o "papai" e fiquei miando e pedindo carinho enquanto os outros gatinhos não estavam nem aí para aquele "casal lindo"
Foi amor a primeira vista, amiguinhos
"Papai" tratou de arranjar uma caixa e me colocou dentro.
Eu tinha acabado com o passeio deles mas eles estavam determinados a me "adotar"
Fui balançando dentro daquela caixa, morrendo de medo...
Finalmente o carro parou na garagem de um prédio que fica numa rua super arborizada
"Papai" e "mamãe" me tiraram da caixa, com todo cuidado, e subimos numa "coisa" que os humanos chamam de "elevador"
Não demorou muito e a "coisa" parou no sétimo andar
"Papai e mamãe" então, abriram uma porta e me apresentaram ao que seria a minha nova casa...miau.....
Estava bem fraca e o meu "narizinho" estava coberto de "sarna"
Começaram então a me tratar, me deram carinho e muito amor
Quando cheguei, encontrei uma gatinha que por lá já morava.
Ela se chamava Lila...
Um belo dia, Lila escapou e pulou por uma pequena janela do banheiro(unica que estava sem tela) que dava para uma area
Infelizmente minha  nova amiguinha não resistiu  e
Virou uma linda estrelinha
Fiquei muito triste e não parava de procurar por minha nova "irmãzinha"
Vendo o meu desespero "papai" e "mamãe" resolveram me dar  uma outra companheirinha
Foi então que, uma noite, eles chegaram com uma pequena bolinha de pelo que miava sem parar....
Bem amiguinhos, a estórinha continua no próximo capitulo...
Espero que tenham gostado da minha "miaugrafia"
Desejo a todos uma linda tarde com muitos ronronzinhos e carinhos e
Até breve!!






terça-feira, 9 de abril de 2013

Bichinhos - Uma Fábula para refletir

                                               
       
Certo dia, estava um Leão a dormir a sesta quando um ratinho começou a correr por cima dele. O Leão acordou, pôs-lhe a pata em cima, abriu a bocarra e preparou-se para o engolir.
 
- Perdoa-me! - gritou o ratinho - Perdoa-me desta vez e eu nunca o esquecerei. Quem sabe se um dia não precisarás de mim

O Leão ficou tão divertido com esta ideia que levantou a pata e o deixou partir.


Dias depois o Leão caiu numa armadilha. Como os caçadores o queriam oferecer vivo ao Rei, amarraram-no a uma árvore e partiram à procura de um meio para o transportarem.


Nisto, apareceu o ratinho. Vendo a triste situação em que o Leão se encontrava, roeu as cordas que o prendiam.


E foi assim que um ratinho pequenino salvou o Rei dos Animais.


Moral da história: Não devemos subestimar os outros

Jean de la Fontaine

domingo, 7 de abril de 2013

Bichinhos - Nos olhos do meu gato


                                                                             

      Nos olhos de meu gato
      Há imagens que esperam...Há sonhos que não desvendo,
      Amores que não entendo,
      Encantos tantos,
      Quantos!
      Nos olhos de meu gato
      Tem mistério que não tem fim,
      Tem solidão,
      Agonia, poesia,
      Tristeza enfim...
      Nos olhos de meu gato
      O sonho se separa,
      A fantasia grita,
      A vida se agita,
      O mundo pára...
      Nos olhos de meu gato
      Eu vi...
      Só eu vi...
      Nos olhos de meu gato...
                                                 Cida Sousa

      Xixo, Juja e Jujuba desejam a todos Uma semana bem coloridinha
                                                         
      Estamos participando da Semana Colorida da Tia Anne